Avançar para o conteúdo principal

Política de privacidade

Hej!

Saiba como nós, na IKEA, recolhemos e tratamos os seus dados. Antes de começar a ler, fique já com os nossos contactos:

IKEA Portugal – Móveis e Decoração, Lda.
Pessoa coletiva n.º 505 416 654
Morada: Rua 28 de Setembro, EN 250, 2660-001 Frielas
Telefone: 219 899 945 (chamada para rede fixa nacional)
Apoio ao cliente: veja os nossos contactos

Responsável de proteção de dados da IKEA Portugal – Móveis e Decoração, Lda.
Endereço de email: privacidade@ikea.com

Tão fácil de ler como montar uma BILLY.

Damos a conhecer a nossa política de privacidade da forma mais clara possível, para que a maioria das pessoas a compreenda e tenha controlo sobre a informação que recolhemos e a forma como a usamos. Se, mesmo assim, não quiser ler até ao fim, pelo menos saiba que:

Que dados pessoais recolhemos e como os recolhemos?

Por favor, clique em cada um dos pontos para obter mais informações sobre o tema.

  • As informações pessoais são, por exemplo, o nome e a idade. Os contactos são, por exemplo, o email e o telefone. E os dados de navegação podem ser o seu endereço IP e a sua localização. O endereço IP é um número que identifica o computador ou telemóvel que está a usar para navegar no nosso site.

    É com estas informações e com os cookies que ficam guardados no seu computador ou telemóvel que conseguimos destacar as páginas que podem ser mais relevantes e mostrar-lhe apenas o que possa querer mesmo ver. Para mais informação sobre este ponto específico, consulte a nossa política de cookies.

    Quando se regista no nosso site, também guardamos os dados que partilha connosco. É o caso do nome de utilizador e da password. Só guardamos estes dados para protegermos a sua conta e facilitarmos a sua navegação e as suas compras no nosso site.

    Quando faz uma compra no nosso site, também recolhemos a sua morada, o seu número de contribuinte, se o indicar, e os dados associados ao método de pagamento que escolher. Recolhemos, por exemplo, o número do cartão de crédito ou o nome de utilizador do Paypal. Só usamos estas informações para tornar a sua compra mais cómoda e segura.

  • Recolhemos os seus dados quando nos visita ou compra na nossa loja: quando nos visita, saiba que está a ser filmado. Temos videovigilância em toda a loja, mas não controlamos os passos de ninguém. Só filmamos e gravamos as imagens para proteger as pessoas e os seus bens.

    Recolhemos os seus dados quando adere a um dos nossos serviços: quando adere a um dos nossos serviços, está a partilhar informações pessoais connosco. Por exemplo, para planificar a sua cozinha ou a sua casa de banho, precisamos de saber quantos metros quadrados têm estas divisões. Só usamos essas informações para lhe prestar o nosso serviço de uma forma mais prática e personalizada.

    Recolhemos os seus dados quando adere ao nosso cartão IKEA Family: quando pretende fazer parte da nossa família, precisamos de recolher os seus dados para lhe prestar o serviço que merece.

  • Para resolvermos o seu assunto ou esclarecermos a sua dúvida, precisamos de saber um pouco sobre si. Queremos saber o seu nome, para começar, para não o tratarmos por cliente.

    Mas também é habitual perguntarmos pelo seu número de telefone ou número de contribuinte, se isso nos ajudar a ajudar.


Porque é que recolhemos os seus dados pessoais?

Clique abaixo para saber mais e perceber com que finalidades recolhemos os seus dados pessoais, bem como o fundamento jurídico que utilizamos para os tratar.

    • As informações que recolhemos ajudam-nos a prestar-lhe um serviço mais eficaz e personalizado: É através desta finalidade que recolhemos os chamados cookies, com diversos fundamentos jurídicos, como a execução de um contrato no qual o titular dos dados é parte ou o seu consentimento, dependendo do tipo de cookie em causa. Para mais informação sobre isto, consulte, por favor, a nossa política de cookies;
    • Recolhemos também o seu código-postal, desprovido de qualquer outra informação, com base no nosso interesse legítimo em continuar a tornar a sua vida mais fácil e fazer estudos de mercado;
    • Por fim, recolhemos dados para que possamos criar um perfil para si, enquanto utilizador e oferecer-lhe as coisas que sabemos que mais vai gostar, através da análise dos seus hábitos e perfil de venda enquanto consumidor. Fazemos esta análise apenas no caso de nos prestar o seu consentimento.
  • As informações que recolhemos ajudam-nos a garantir que toda a gente tem uma experiência segura quando compra no nosso site ou quando visita a nossa loja. Tal tratamento tem lugar quando:

    • Por exemplo, analisamos os dados de navegação no nosso site para evitarmos ataques e fraudes online, com base no nosso interesse legítimo do responsável pelo tratamento em proteger os sistemas contra fraude e outras ameaças;
    • Quando filmamos e gravamos imagens das nossas lojas, com base no nosso interesse legítimo na proteção de pessoas e bens.
    • Quando nos dá autorização, guardamos o seu número de telefone ou o seu email para voltarmos a falar consigo (por exemplo, para lhe mostrar aqueles copos lindos da nova coleção). Fazemos isto de várias formas: para que lhe possamos enviar comunicações de marketing, quando nos fornece esse consentimento;
    • Quando nos contacta através das redes sociais, do nosso website ou serviço de apoio ao cliente, com base no nosso interesse legítimo enquanto responsável pelo tratamento para prestar um serviço de qualidade e personalizado, bem como gerir as reclamações apresentadas.
    • Para que possamos emitir faturas das suas compras;
    • Quando nos contacta para lhe prestarmos o serviço de planificação de cozinhas;
    • Quando adere aos nossos serviços e cartão IKEA Family;
    • Quando pesquisa produtos da IKEA através de fotografias.

    Tratamos estes dados pessoais com base em diligências pré-contratuais ou contratuais a pedido do titular dos dados e com base na execução de um contrato no qual o titular dos dados é parte.

    Nos casos em que o fundamento jurídico para o tratamento dos seus dados é a execução de um contrato ou diligências pré-contratuais ou contratuais, a pedido do titular dos dados, os dados pessoais fornecidos são essenciais para que se possa estabelecer a relação contratual. Sem os mesmos, somos incapazes de prestar o nosso serviço. Assim, o não fornecimento dos dados pessoais nessas situações resulta na impossibilidade de lhe prestarmos o serviço que deseja.

    Nos casos em que o fundamento jurídico para o tratamento dos seus dados seja o consentimento do titular, notamos que tal consentimento pode ser revogado a qualquer momento sem que tal, no entanto, torne ilícito o tratamento de dados pessoais realizado com base no consentimento até esse momento. Quando necessário, se não prestar o seu consentimento, não poderemos enviar-lhe comunicações sobre estudos de mercado.

Na IKEA estamos habituados a livros de instruções.

Caso queira perceber mais sobre como os seus dados são tratados, consulte a nossa tabela abaixo.

Com quem partilhamos os seus dados pessoais?

Clique abaixo para descobrir mais sobre com quem partilhamos os seus dados pessoais.

  • Mas apenas quando é mesmo necessário. Por exemplo, precisamos de dar o seu nome, a sua morada e o seu número de telefone à transportadora que entrega os móveis em sua casa, ou à empresa que os ajuda com montagens, parceiros designados como subcontratantes ao abrigo do RGPD.

    Estas empresas são obrigadas a usar os seus dados apenas para o serviço que lhes pedimos (por exemplo, para entregar o móvel em sua casa ou montá-lo por si). Para este propósito, os seus dados pessoais são eliminados pelos prestadores de serviços uma vez que cesse a finalidade com a qual os mesmos foram recolhidos.

    Notamos que para situações de crédito ao consumo, podemos precisar de partilhar os seus dados com a empresa parceira responsável pelo crédito, nossa subcontratante ao abrigo do RGPD. Os seus dados pessoais serão tratados pela nossa empresa parceira de forma a poder-lhe prestar o serviço e concluir o processo.

    Temos parceiros de publicidade e redes sociais (como o Facebook ou o Google, por exemplo), com quem partilhamos os seus dados de navegação, como a sua localização e os produtos que costuma procurar no nosso site. Mas só o fazemos se prestar o seu consentimento para tal finalidade.

    Os nossos parceiros usam estes dados para, nas redes sociais, noutros sites ou no seu motor de pesquisa, lhe mostrar anúncios que lhe podem interessar. Por exemplo, se esteve à procura de sofás no nosso site, vai ver um anúncio de um sofá. Para mais informação sobre como nós e os nossos parceiros recolhemos cookies, consulte a nossa política de cookies.

  • Ou seja, quando acreditamos que isso é importante para:

    • Cumprir obrigações legais ou regulatórias;
    • Colaborar legitimamente com as autoridades;
    • Proteger-nos, a nós e aos nossos clientes, de spam, phishing ou hackers (ou seja, de publicidade enganosa, roubo de dados ou piratas informáticos);
    • Defender os nossos direitos, designadamente no âmbito de um processo judicial.

Como mantemos os seus dados pessoais seguros connosco?

Usamos um software avançado e servidores seguros.

O software que usamos para recolher informação e os servidores onde a guardamos protegem os seus dados pessoais de quem os queira roubar ou divulgar.

Os seus direitos enquanto titular de dados.

  • Em Portugal e na União Europeia, aplica-se o Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados. É um Regulamento que lhe dá o direito de consultar, alterar, apagar ou limitar o uso dos seus dados e obriga as empresas que os recolhem a usá-los com responsabilidade e para fins muito específicos.

    Os seus direitos, enquanto titular de dados, são os seguintes:

    • Direito de acesso: tem o direito a obter da IKEA a confirmação de que os dados que lhe digam respeito são ou não objeto de tratamento e, se for o caso, de aceder aos mesmos e às informações previstas na legislação.

    Caso pretenda mais do que uma cópia dos seus dados pessoais, a IKEA poderá sujeitar esse serviço a um pagamento de uma taxa pelos custos administrativos.

    • Direito de retificação: tem o direito de obter da IKEA, sem demora injustificada, a retificação dos dados inexatos ou incompletos que lhe digam respeito.
    • Direito ao apagamento dos dados pessoais (“direito ao esquecimento”): tem o direito a pedir à IKEA para apagar os seus dados, sem demora injustificada, e temos a obrigação de os apagar mesmo quando se aplique, um dos seguintes motivos:

    a) Deixaram de ser necessários para a finalidade que motivou a sua recolha ou tratamento;

    b) Retirou o seu consentimento para o tratamento de dados e não existe outro fundamento para o referido tratamento;

    c) Opôs-se ao tratamento e não existem interesses legítimos prevalecentes que justifiquem o tratamento.

    • Direito à limitação do tratamento: tem o direito de obter a limitação do tratamento, se se aplicar, designadamente, uma das seguintes situações:

    a) Contestar a exatidão dos dados, durante um período que nos permita verificar a sua exatidão;

    b) O tratamento for lícito e o titular dos dados se opuser a que se apaguem os seus dados e solicitar, em contrapartida, a limitação da sua utilização;

    c) Já não precisarmos dos dados para fins de tratamento, mas os mesmos são requeridos pelo titular para efeitos de declaração, exercício ou defesa de um direito num processo judicial;

    d) Se tiver oposto ao tratamento, até se verificar que os motivos legítimos do responsável pelo tratamento prevalecem sobre os do titular dos dados.

    • Direito de oposição: nos casos em que o tratamento de dados for efetuado para efeito dos interesses legítimos prosseguidos por nós; ou 2) o tratamento de dados for efetuado para efeitos de marketing direto; ou 3) definição de perfis, pode, a qualquer altura, opor-se ao tratamento dos seus dados pessoais.
    • Direito de portabilidade: em determinadas situações, tem o direito de receber os dados pessoais que lhe digam respeito e que tenha fornecido num formato estruturado, de uso corrente e de leitura automática, e o direito de transmitir esses dados a outro responsável pelo tratamento sem que o anterior o possa impedir.
    • Direito de apresentar reclamação a uma autoridade de controlo: poderá sempre apresentar uma reclamação relativamente ao tratamento dos seus dados pessoais à autoridade de controlo competente. No caso de Portugal, a autoridade de controlo competente é a Comissão Nacional de Proteção de Dados (www.cnpd.pt).

Durante quanto tempo guardamos os seus dados?

  • Depende:

    • Guardamos os dados que recolhemos de compras efetuadas por si (e que sejam necessários para efeitos fiscais) pelo prazo de 10 anos, de forma a cumprir com a obrigação legal;
    • Guardamos o seu código-postal durante o prazo de garantias voluntárias fornecidas pela IKEA;
    • Guardamos os dados que nos fornece no âmbito do nosso serviço de apoio ao cliente enquanto persistir a finalidade com a qual os recolhemos;
    • Guardaremos os dados relativos ao seu cartão IKEA Family enquanto durar a relação contratual ou pelo prazo máximo de 1 ano desde a sua cessação;
    • Guardamos os dados que nos fornece para a execução de uma relação contratual (como o serviço de planificação de cozinhas) enquanto durar a finalidade pela qual os dados pessoais foram recolhidos, salvo a necessidade de cumprimento de alguma obrigação legal;
    • Conservamos as nossas gravações de videovigilância por um prazo de 30 dias;
    • Os dados pessoais que nos fornece com base no seu consentimento serão conservados pelo prazo máximo de 3 anos ou até que revogue o seu consentimento, caso o mesmo aconteça antes da verificação deste prazo;
    • Os dados pessoais que sejam tratados com base no nosso interesse legítimo são-no até que cesse a finalidade com a qual tais dados pessoais foram recolhidos.

Quer exercer algum direito ao abrigo do RGPD?

  • Está no seu direito. É o que diz o Regulamento Geral de Proteção de Dados, em vigor em toda a União Europeia. Basta falar com o departamento responsável pela proteção de dados:

    IKEA – Encarregado de proteção de dados
    Rua 28 de Setembro, EN 250
    2660-001 Frielas

    Se alguma coisa não correr bem (o que esperamos que não aconteça), tem ainda o direito de apresentar uma reclamação à Comissão Nacional de Proteção de Dados.