Avançar para o conteúdo principal

Três roupeiros – três formas de criar harmonia

Se a organização da sua casa é um objetivo a longo prazo, é um bom começo começar pelo seu roupeiro. Aqui enfrentámos desafios específicos para três tipos de utilizadores diferentes, mas com soluções com as quais todos podemos aprender.

Parte de um roupeiro com roupas festivas extravagantes e acessórios, busto com uma peruca néon, mão de manequim com anéis.
Parte de um roupeiro com roupas festivas extravagantes e acessórios, busto com uma peruca néon, mão de manequim com anéis.

A amante de moda: coloque os seus tesouros em exposição

Quando a sua vida gira em torno da moda, mais cedo ou mais tarde, arrisca-se a perder-se nas suas roupas. Para evitar isto, crie o hábito de reavaliar as suas roupas. Deixe que aquelas que raramente usa façam outra pessoa feliz.

Exponha os visuais do passado

Pode já não usar certas peças, mas considera-as demasiado preciosas para se livrar delas. Nesse caso, faça uma exposição dos seus maiores sucessos.

Use todo o espaço do seu roupeiro

Use ganchos no interior das portas para conseguir expor mais conjuntos. Pendure roupas lado a lado, misture-as, combine-as e decida quais estão prontas para ser entregues ao próximo dono.

Avalie as suas peças de vez em quando

Não há necessidade de o fazer com frequência, mas defina uma data no calendário para avaliar todas as suas peças. Encha-se de coragem, doe aquilo que já não usa. Verá que volta a ganhar espaço no seu roupeiro.

Criar harmonia no seu roupeiro resume-se a reconhecer aquilo que é importante para si. Tanto para decidir como organizar o seu roupeiro, como para saber quando deve livrar-se da roupa velha”.

Saša Antić, Designer de interiores IKEA

A família: crie ordem e acessibilidade

Cada membro da família tem necessidades de arrumação diferentes. Os principais desafios são a acessibilidade (a todas as alturas), saber o sítio de cada coisa e aproveitar ao máximo todo o volume do roupeiro.

O jogo de dobrar

Empilhar já era, a moda agora é arrumar em fila. Com as roupas dobradas e arrumadas ao alto, é mais fácil ver e tirar cada peça individualmente.

Um lugar especial para companhias especiais

As crianças podem desenvolver hábitos para a hora de ir dormir que é melhor os pais seguirem à risca. Como quererem a companhia de um peluche ou da manta preferida. Guarde espaço para eles.

Acessórios para situações de emergência arrumados onde são necessários

Alguma arrumação é mais importante do que outra, por exemplo, para saber onde encontrar uma chupeta às três da manhã. Tenha um espaço próximo reservado onde volte a colocá-la.

O amante de peças vintage: opte por arrumação prática e visível

Quando gosta de roupas graciosamente envelhecidas, o seu roupeiro é inútil se não o puder ajudar a organizar a roupa por temas, décadas e cores. O segredo é separar. E a iluminação adequada não custa nada, para garantir que as suas roupas ainda têm aquele brilho especial.

A sua cronologia de têxteis

Comece com uma visão geral. Organize o seu roupeiro de forma a que possa ver e distinguir rapidamente o que tem. Coloque uma calha de iluminação LED por cima e as suas roupas irão brilhar ainda mais.

Ilumine também os seus acessórios

É sempre uma boa ideia colocar o seu conjunto de roupa sob as luzes da ribalta. Assim como ter uma iluminação adequada no próprio roupeiro. Os projetores LED permitem-lhe adaptar a iluminação às prateleiras individuais.

Um sistema para arrumar tudo

Separar as suas roupas é uma coisa, arrumá-las é outra. Complete o seu roupeiro com um sistema de arrumação para manter o conteúdo organizado, separado e sempre fácil de alcançar.

Adoramos quando os nossos clientes dão asas à imaginação com os nossos produtos. Por isso, força! No entanto, lembre-se de que a alteração ou a modificação de produtos IKEA de forma a que estes já não possam ser revendidos ou utilizados para a sua finalidade original significa que perderá as garantias comerciais da IKEA e o seu direito de devolução dos produtos.

Realizado por
Designer de interiores: Saša Antić
Fotografia: Henrik Pettersson
Texto: Henrik Annemark