ESCOLHA DE MATERIAIS

Ser uma grande empresa traz-nos
grandes responsabilidades

Ser uma grande empresa traz-nos grandes responsabilidades O nosso objetivo é garantir acesso a longo prazo a matérias-primas sustentáveis, escolhendo materiais renováveis, reciclados ou recicláveis sempre que possível.
Para nós, a escolha dos materiais é uma decisão responsável. Quando não conseguimos usar recursos renováveis, procuramos recursos reciclados ou recicláveis. Em tudo o que criamos, esforçamo-nos por manter preços baixos e elevada qualidade. Mas nem tudo se resume aos materiais. As pessoas, a produção e o transporte também são importantes. E há sempre espaço para melhorar. Trabalhando com outros e desafiando-nos, o nosso objetivo é o de garantir acesso a longo prazo a matérias-primas sustentáveis e alterar a forma como a indústria trabalha. Continue a ler para conhecer com mais detalhe alguns dos materiais dos nossos produtos.
A madeira é fundamental para a IKEA, fazendo com que os nossos móveis durem ao longo de várias gerações. É ainda um recurso que, também devido à nossa dimensão, temos grande capacidade e responsabilidade de proteger.
Madeira
A madeira é fundamental para a IKEA – faz com que os nossos móveis envelheçam magnificamente, tornando-os duráveis o suficiente para perdurarem ao longo de várias gerações. Mas as florestas são frágeis e sensíveis à forma como as tratamos. Atualmente, toda a nossa madeira é obtida em conformidade com a Norma IWAY sobre Silvicultura, que proíbe o uso de madeira proveniente de conflitos relacionados com as florestas ou cortada de forma ilegal. A dimensão da nossa operação significa que temos grande capacidade e responsabilidade de proteger as florestas do mundo. Até 2020, 100% da nossa madeira terá certificação FSC (Forestry Stewardship Council) ou será proveniente de fontes recicladas. Já chegámos quase aos 80%. Os requisitos FSC protegem os ecossistemas e os meios de subsistência das populações.
Saiba mais sobre a forma como trabalhamos com a madeira
Até 2020, 100% da nossa madeira terá certificação FSC (Forest Stewardship Council) ou será proveniente de fontes recicladas. Já chegámos quase aos 80%.
Desde 2015, todo o algodão dos nossos produtos é proveniente de fontes mais sustentáveis, o que significa uma melhoria da produção para as pessoas e o ambiente, minimizando o uso de pesticidas e fertilizantes.
Algodão
Adoramos trabalhar com algodão. É um material natural e renovável que permite uma boa circulação do ar. E porque absorve a humidade, os nossos têxteis em algodão são adequados mesmo para os climas mais quentes. Ainda assim, preocupa-nos o facto de a produção convencional de algodão poder ter um impacto ambiental negativo e poder ser prejudicial para os produtores de algodão e as suas famílias. Desde 2015, todo o algodão dos nossos produtos é proveniente de fontes mais sustentáveis. “Mais sustentável” significa uma melhoria da produção de algodão para as pessoas e o ambiente, minimizando o uso de pesticidas e fertilizantes. Trata-se de assegurar uma melhor gestão da água e desenvolver práticas de cultivo. No futuro, continuaremos a focar-nos na eficiência em termos de consumo de água e na biodiversidade. Como parte do nosso objetivo, pretendemos que o algodão sustentável seja a norma para toda a indústria, não apenas para a IKEA.
Saiba mais sobre o algodão de fontes mais sustentáveis
O algodão é um material renovável que permite uma boa circulação do ar, e adoramo-lo. No entanto, não estamos satisfeitos com o facto de a produção ter um efeito negativo no ambiente. O objetivo é tornar o algodão sustentável na norma em toda a indústria.
As fibras naturais são naturais e renováveis, com um carácter único. O trabalho estreito com artesãos especializados de todo o mundo resulta em peças de elevada qualidade, como o armário em rota STOCKHOLM 2017.
Fibras naturais
Desde jacintos-de-água a cortiça, fibras de bananeira e rota, o uso de materiais de fibra natural está a aumentar na IKEA. Não só são naturais e renováveis, como também apresentam muito carácter, o que torna cada produto final bastante único. Uma maioria desta produção é não industrial. Trabalhamos estreitamente com tecelões e artesãos no Vietname, na Indonésia e na China, entre outros. Trabalhar com artesãos especializados de todo o mundo abre portas à cocriação, à inspiração e a novos conhecimentos sobre produção.
A utilização de materiais de fibras naturais está a aumentar na IKEA, quer sejam os jacintos-de-água, a cortiça, as fibras de bananeira ou a rota.
Adoramos trabalhar com materiais reciclados, quer seja madeira, plástico, papel, metal ou algo completamente diferente, e procurar criar de formas que lhe permitam reciclar produtos no final da sua vida útil.
Sobras/materiais reciclados
Utilizamos materiais reciclados sempre que possível. Madeira, plástico, papel e metal são apenas alguns dos materiais com que adoramos trabalhar. Diferenciamos as sobras e os materiais reciclados – as sobras referem-se a material que sobra de outra produção, enquanto os materiais reciclados são materiais que podemos reutilizar de produtos antigos. Mas é mais do que isso – é também uma forma de pensar e desenvolver produtos. Procuramos criar de formas que lhe permitam reciclar produtos no final da sua vida útil, minimizando assim o desperdício. É por isso que procuramos constantemente novas formas de utilizar sobras e materiais recicláveis e transformá-los em algo útil e elegante para a sua casa, como as frentes de cozinha KUNGSBACKA.
Saiba mais sobre “valorizar e não desperdiçar”
Procuramos constantemente novas formas de utilizar sobras e materiais recicláveis e transformá-los em algo útil e elegante, como as frentes de cozinha KUNGSBACKA.
A beleza do composto é que combina menos utilização de materiais com um potencial de utilização de materiais de qualidade inferior, previsão do desperdício e transformação desses materiais em algo novo, como a inovadora cadeira ODGER, por exemplo.
Composto
Um material composto é constituído por dois ou mais materiais, cada um dos quais com diferentes características. Na IKEA, utilizamos material composto porque é resistente, de baixa manutenção, de baixo preço e leve. Um exemplo é o composto de madeira-plástico. A utilização de desperdícios de fibra de madeira torna os produtos de plástico mais resistentes e menos dispendiosos, e ajuda a dar uso ao desperdício. É essa a beleza do composto: há menos utilização de materiais e maior potencial para utilizar materiais de qualidade inferior (de outro modo classificados como desperdício) e transformá-los em algo novo que é resistente, compacto e leve, com uma longa vida. Encontre compostos em tudo, desde estantes BILLY a cadeiras ODGER e capas RÖDTOPPA.
Ver a história da cadeira ODGER
Um material composto é constituído por dois ou mais materiais com diferentes características. Na IKEA, utilizamo-lo porque é resistente, de baixa manutenção, de baixo preço e leve.
Estamos no caminho da utilização exclusiva de plásticos reciclados e/ou recicláveis. Hoje em dia, isso acontece com um terço dos nossos artigos de plástico.
Plástico
Estamos no caminho da utilização exclusiva de plásticos reciclados e/ou recicláveis. A maioria dos plásticos é à base de petróleo, o que significa que provém de um recurso não renovável. Por isso, sempre que possível, utilizamos tanto plástico reciclado ou renovável quanto possível. Hoje em dia, cerca de um terço dos nossos artigos de plástico provém de fontes renováveis e/ou recicladas. O PET, PE e PP são três dos plásticos mais frequentemente utilizados em produtos IKEA e todos cumprem as normas legais e de segurança mais rigorosas. Temos requisitos detalhados quanto à utilização de químicos e outras substâncias no processo de fabrico, tendo em conta aspetos relacionados com a saúde e o impacto ambiental.
O PET, PE e PP são três dos plásticos mais frequentemente utilizados nos nossos produtos. Todos cumprem com as normas legais e de segurança mais rigorosas.
O bambu é durável, resistente e tolerante à humidade. Mais de 90% do bambu que utilizamos é cultivado na China e, em 2016, quase todo tinha certificação FSC.
Bambu
O bambu é uma das plantas de mais rápido crescimento no mundo, um dos motivos pelos quais gostamos de trabalhar com este material. É durável, resistente e tolerante à humidade. Dividimos o bambu em três categorias consoante o processo e o produto em que é utilizado:
Fibras naturais – a fibra é tecida, laminada ou prensada. Bambu industrializado - dividido em camadas finas e colado para formar placas diferentes. Colagem por camadas – folheado de bambu prensado em molde. Mais de 90% do bambu que utilizamos é cultivado na China e, em 2016, quase todo tinha certificação FSC. A certificação foi um longo percurso e esperamos implementar os nossos padrões relacionados com o bambu para desenvolver a indústria também na Índia e no Vietname.
Saiba mais sobre os esforços no âmbito da sustentabilidade
O bambu é uma das plantas de mais rápido crescimento no mundo, um dos motivos pelos quais gostamos de trabalhar com este material.